Páginas

19 de dezembro de 2014

Por que a Lagoa do Portinho secou? E o que fazer para salva-la?


O leito da lagoa que antes se passeava de "banana boat", hoje
se atravessa de buggy
Primeiro - Os problemas climáticos que afetam nossa região, pois já há alguns anos não temos inverno regular. Segundo – o avanço das dunas com o consequente fechamento do canal da maré do Rio Portinho que ajudava na manutenção natural da lagoa.Terceiro - a construção de represas particulares no Rio Portinho que atrapalham o fluxo das águas. Quarto – desmatamento da mata ciliar ao longo do rio portinho e em especial nas suas nascentes. Quinto– a retirada descontrolada de água da lagoa através de bombas para abastecer viveiros e irrigação.

Estudantes da UFPI organizaram a "Dança da Chuva", foi um
momento de muito simbolismo que chamou a atenção para
as mudanças climáticas provocadas pelo homem
Todos estes fatores juntos agravam a situação e tem prejudicado um dos cartões postais mais importantes do Piauí, causando prejuízo ao turismo e principalmente os empresários dos bares e restaurantes bem como moradores do seu entorno que sobrevivem da pesca. Atualmente somente alguns olhos d´água tem mantido uma pequena parte das águas e estas estão diminuindo rapidamente sua vasão

Segundo os moradores da comunidade Portinho, também presentes ao movimento, se mostraram bastante preocupados durante o “S. O. S. Lagoa do Portinho”, ocorrido na tarde desta quinta-feira (18), se o poder público abrisse o canal que foi soterrado pelas dunas a lagoa voltaria a ter água proveniente da maré do Rio Portinho, pois era assim antes. Paralelamente exigir a destruição das barragens feitas no leito do rio Portinho que represa o curso do rio, pois isto é crime, causando impacto ambiental grave. Suspender temporariamente e sempre que necessário a retirada de água do rio Portinho para abastecer tanques de piscicultura e irrigação. Incentivar o replantio das matas ciliares ao longo do curso do rio que está degradado.
movimento 

Estudantes, repórteres, empresários e curiosos observam o
leito seco da Lagoa do Portinho
Foi levantada a questão de que mesmo que desobstrua o canal de ligação da lagoa com a maré do Portinho as dunas voltariam a soterrar rapidamente, isto é fato. Ocorre que o novo canal poderia ser feito de forma barata através de tubulações (manilhas ou similares) com suspiros em pontos estratégicos para uma possível limpeza/desobstrução eventual.

O fato é que urge a criação de um grupo de estudos com ações imediatas para encontrar uma solução imediata para este desastre que bateu a nossa porta e com certeza temos homens capacitados para encontrar uma saída.

*Por José Wilson
*Fotos: Darklise Albuquerque
*Edição do Jornal da Parnaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário